terça-feira, 26 de abril de 2011

ANIVERSÁRIO - REFLEXÕES

Este texto saiu direto e sorrateiro - e o tema é Aniversário (rs). Na verdade é um texto bem simples, não revisei e não alterei nenhuma parte dele, queria que fosse realmente um Brainstorm de minha alma.Descrição: Piscar o Olho
Hoje faço aniversário e com isso fiz um retrospecto da minha vida, gosto de fazê-lo, comemoro o passar dos anos avaliando como me saí no último ano, e, por isso, resolvi escrever este texto. Um desabafo? Não, apenas uma reflexão...
Sem dúvida foi um ano em que o destino passou, praticamente o ano todo à "espreita" e somente nos últimos dias de Dezembro, ele deu o ar da graça. Levou minha mãe, minha parceira. Mas...a vida continua - é o que dizem. Sei lá..
Acho que neste ano aprendi bem pouco....o que demonstrei é o que eu já sabia: respeitar as pessoas, ser sensível com o próximo (claro que ainda não consigo ser para com todas as pessoas), errar, acertar, chorar, sorrir, mas principalmente, fazer todas estas coisas, e muito mais, sempre com a cabeça erguida. Há uma frase da música do Lulu Santos que diz, assim: ".....não desejamos mal a quase ninguém". Sinceridade poética. Verdade que poucos são capazes de repetir. Mas uma verdade - com certeza.
Não sou fatalista, mas creio que há alguns crivos pelos quais temos que passar e ninguém os passará por nós. 
Às vezes, acredito que tudo que a vida nos oferecerá no futuro é o mesmo que fizemos ontem e hoje. A roda da vida está sempre se repetindo. Mas, se prestarmos atenção, vamos nos dar conta de que nenhum dia é igual a outro. Como diz Paulo Coelho "Cada manhã traz uma benção escondida; uma benção que só serve para esse dia e que não se pode guardar, nem desperdiçar".
Por isso, digo que se não usamos este milagre hoje, ele vai se perder e não voltará. Nunca mais.
Até parece que eu acredito em todas essas teses de bem viver, como se elas nos garantissem um ano tranquilo, vitorioso. Nada. A única certeza que temos é que enquanto estivermos dentro desta gaiola de ouro (nosso corpo físico), teremos todas as limitações, medos e incertezas inatas ao ser humano.
Além disso, sei que não sou perfeita - nem quero ser, mas não vou ressaltar neste texto meus erros, mas o que aprendi com os mesmos...e vocês? Continuam vivendo cada dia como se fosse o último...?  É assim que eu tento fazer. Abraços e força sempre!
                                    MEU CÁLICE TRANSBORDA

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Ceiça,
    primeiramente felicidades, que seu dia e novo ano sejam repletos de bençãos..
    Segundamente (rss)-parabéns pelo belo texto que é um lindo presente seu para nós leitores e amigos da pessoa incrível que há por detrás dessas letras de vida!
    Eu, fã, filha, aluna e amiga (uffa! - como diria nosso amigo do Cenáculo) admiro teus textos demais...continue por favor, não pare mais, nos permita ler de ti!!!
    beijos com carinho,

    Anna e Zac.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...